AS POSSIBILIDADES DO AfD NO BUNDESTAG
 

 


Porque a entrada do AfD pode estremecer o Bundestag

DIE WELT 24


27 de julho de 2017 


- Depois do surgimento de ofícios anônimos, as listas serão analisadas e poderão ser rejeitadas.
- Caso o partido não venha a competir em Nordheim Westfalen, isso poderia deixá-los sem votos para as eleições no outono.
- AfD pode não ter sua lista aprovada em  NRW(1) para o Bundestag.


 O AfD está sob ameaça de naufragar, apesar das pesquisas de opinião apontarem claramente, para a quebra da barreira dos 5% nas eleições para o Bundestag. Após análises, surgiram ofícios anônimos na lista de candidatos ao Bundestag pelo Estado de NRW, afirmou um porta-voz da direção das eleições estaduais, em Düsseldorf. Por conseguinte, no círculo da convenção do partido em Recklingshausen, havia irregularidades que transpareceram nas listas de candidatos.

Na sexta-feira, o comitê eleitoral nacional, decidirá a respeito da admissão das listas de candidatos de todos os partidos, para a eleição ao Bundestag. A recomendação do comitê eleitoral possui um grande peso.

A lista do AfD sendo reprovada, pode não deixar o partido disputar as eleições para o Bundestag em Nordhein-Westfalen. Sem esses votos de uma das regiões mais ricas da Alemanha, torna incerta a entrada do AfD no Bundestag.

Junto aos dirigentes das eleições nacionais, o jornal “Rheinische Post” também recebeu ofícios anônimos. As páginas dos ofícios apontavam denúncias na organização dos delegados em Recklingshausen e que havia a participação de 3 pessoas envolvidas nas eleições, as quais no momento, não seriam integrantes do AfD. Os delegados eleitos em Recklingshausen pertenceriam mais tarde ao grêmio que definiriam as eleições para o Bundestag. A AfD em NRW, não tomou nenhuma posição.

O Comitê Eleitoral Nacional poderá rejeitar a lista do AfD para as eleições do Bundestag e o partido poderá interpor recurso contra a decisão dos delegados. Se o recurso contra a lista do AfD for bem sucedido, o partido não terá nas cédulas de votação em Nordhein-Westfalen, uma 2ª opção de voto.

Em recentes pesquisas de opinião, o AfD alcançou números de 7% a 9%, depois de atingirem resultados de 2 dígitos em levantamentos realizados no ano passado. Em Niedersachsen, o AfD também tem problemas com a apresentação de sua lista para as eleições para o Bundestag. O Secretário Geral Jens Kestner apresentou duas cartas falsificadas de forma fiel, da delegada Ulrike Sachs, como prova legal para o prazo e recebimento das listas. Elas foram protocoladas no dia 20 de junho, entretanto não estavam completas.

 Saarland: Dois do Die Linke contestam as próprias listas

Os candidatos do Die Linke também lutam pela validade de suas listas em Saarland para a corrida ao Bundestag. Dois integrantes do partido que contestam a lista, pediram apelação contra o primeiro veredicto da Corte de Saabrücken, antes de se dirigirem ao Tribunal Superior de Saarland. Eles querem que suas lista seja declarada inválida, pois de acordo com eles, o sigilo dos votos foi quebrado durante a divulgação da lista.

O Tribunal Superior confirmou a admissão da apelação. De acordo com uma porta-voz, a responsabilidade foi remetida a instância responsável, que agora verifica como prosseguir. Segundo advogados, teoricamente, os juízes ainda teriam que tomar uma decisão, antes do Comitê Eleitoral Nacional, na sexta-feira, afim de submeter a lista para as eleições no Bundestag dia 24 de setembro.

(1) Estado alemão de Nordheim Westfalen

Tradução: Márcio Alexandre